Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

França pede busca internacional por famoso gângster

Redoine Faid ficou conhecido por usar inspirações de filmes em ataques

A fuga do gângster francês Redoine Faid, que rendeu cinco pessoas e detonou explosivos para escapar de um centro penitenciário em Lille, levou o governo francês a pedir um mandado europeu de prisão que cobre 26 países, além de colocar a Interpol à sua caça, informou nesta segunda-feira a rede CNN. Desde sábado, quando ele destruiu cinco portas da prisão onde estava, seu paradeiro é desconhecido.

Faid, descrito por si próprio como um “gângster moderno”, usava inspirações de filmes para agir contra a polícia na França. Ele usou uma máscara de jogador de hockey, como o personagem interpretado por Robert DeNiro no filme Heat, para assaltar um caminhão que transportava dinheiro. Depois de mais de uma década na prisão, ele dizia que seus dias de gângster haviam terminado, até o final de semana passada.

O advogado de Faid, Jean-Louis Pelletier, disse não estar surpreso com a fuga. Pelletier planejava se encontrar com seu cliente para preparar a defesa em relação a um ataque realizado em maio de 2010 em Paris, quando Faid matou 26 policiais. “Ele é extraordinariamente inteligente, e está usando seu intelecto a favor de suas ambições”, disse. “Faid não aguenta mais ficar preso”.

Depois de três anos em fuga, Faid foi preso em 1998 e condenado a 20 anos de prisão, mas acabou passando apenas 10 anos em centros penitenciários de segurança máxima. Ao ser libertado, ele lançou a autobiografia Ladrão: dos subúrbios ao crime organizado e deu uma série de entrevistas. Em seguida, foi acusado de envolvimento no ataque de 2010 em Paris e voltou à prisão. Além de colocar as autoridades europeias à sua caça, a fuga hollywoodiana de Faid provocou críticas em relação à segurança das prisões francesas, já que ele parece ter planejado muito bem o ataque.