Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

França lança app para alertar sobre ataques terroristas

Todos os alertas são informações oficiais e por isso, a ferramenta é vista pelo governo como uma forma de combater especulações nas redes sociais através de dados confiáveis

O governo francês lançou nesta quarta-feira um aplicativo para smartphones que envia alertas para os usuários em caso de possíveis atentados terroristas e oferece informações sobre como se manter em segurança. O Ministério do Interior do país anunciou a ferramenta SAIP (sigla em francês para Sistema de Alerta e Informação da População) dois dias antes do início da Euro 2016, torneio de futebol que será realizado na França, em meio a avisos de autoridades europeias de que o campeonato poderia ser alvo de ataques.

O aplicativo começou a ser desenvolvido em novembro do ano passado, após a série de atentados terroristas em Paris que deixou 130 mortos. Disponível em francês e inglês, a ferramenta pode ser configurada para avisar em caso de ameaças próximas à área em que o usuário se encontra e, no caso de algum desastre, imediatamente exibe uma breve descrição do que está acontecendo e orienta sobre as melhores atitudes a ser tomadas.

De acordo com o jornal francês Libération, apesar de o smartphone receber notificações dos ataques, o app não emite sons nem vibrações. Dessa forma, pessoas que estiverem eventualmente escondidas próximas a terroristas não serão postas em perigo por chamarem atenção com avisos sonoros.

Leia mais:

Alemanha frustra plano de atentado do EI e prende três sírios

EUA alertam sobre risco de ataques terroristas na Europa nos próximos meses

Segundo comunicado do Ministério do Interior, todos os alertas do Saip partem de informações oficiais das forças de segurança francesas, confirmadas pelo órgão. Por isso, a ferramenta é vista pelo governo como uma forma de combater especulações nas redes sociais através de dados confiáveis. O aplicativo oferece também a possibilidade de compartilhar os alertas no Facebook e no Twitter, para que mais pessoas sejam avisadas.

No momento, a ferramenta está programada para emitir alertas apenas em ataques armados ou com bombas, porém, as autoridades planejam expandir as funcionalidades nos próximos meses para que o app avise sobre enchentes, desastres naturais e outras emergências.

(Da redação)