Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

França apreende navio britânico em meio a tensão pós-Brexit

Segundo governo francês, as embarcações não tinham a licença para pescar na região, aumentando as tensões comerciais pró-Brexit entre Reino Unido e UE

Por Da Redação Atualizado em 28 out 2021, 12h28 - Publicado em 28 out 2021, 12h23

A França apreendeu e multou dois barcos de pesca britânicos na região de Le Havre, noroeste do país, nesta quinta-feira, 28, em meio a um clima de tensão envolvendo direitos comerciais pós-Brexit.

A Ministra do Mar, Annick Girardin, disse que uma das traineiras não obedeceu imediatamente, enquanto a segunda não tinha autorização para pescar em águas francesas.

Em resposta, o governo britânico disse que está acompanhando a situação de perto e que deseja ter conversas com a França e a União Europeia, porém também está pronto para replicar de forma apropriada.

Mais cedo, o secretário de Meio Ambiente, George Eustice, afirmou estar investigando com urgência a situação em relação ao barco detido e que novas informações seriam obtidas em breve.

Segundo ele, o veículo estava em uma lista fornecida pela Organização de Gestão Marinha enviada à UE e, segundo relatos, foi posteriormente removido por motivos que “ainda não estão claros”. 

A empresa escocesa responsável pelos barcos afirmou que a tripulação estava de “bom humor mesmo depois de ter sido enviada a um porto francês enquanto pescava vieiras”.

Continua após a publicidade

De acordo com o porta-voz, todos permanecerão a bordo até que o barco seja liberado, com exceção do capitão, que deixou o local para ser interrogado pelas autoridades francesas.

Ainda de acordo com ele, as atividades eram totalmente legalizadas e a apreensão se trata de uma disputa nos direitos comerciais de pesca pós-Brexit envolvendo França e Reino Unido.

Para Deidre Brock, a porta-voz do meio ambiente do Partido Nacional Escocês, o fato de Eustace saber tão pouco sobre a situação é preocupante.

A empresa cobra do governo britânico uma resposta rápida para evitar que as embarcações sejam confiscadas pelas autoridades francesas e pediu para que o Reino Unido “defenda os direitos de sua frota pesqueira”. 

Por meio do Twitter, Girardin disse que os barcos estavam pescando sem as licenças adequadas, e que o controle faz parte do procedimento padrão durante a temporada de pesca de vieiras.

Além disso, a ministra afirmou que a fiscalização foi realizada no “contexto do aperto dos controles do Canal da Mancha”, mais um motivo de discussão entre o Reino Unido e o bloco europeu.

Continua após a publicidade

Publicidade