Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fracassa nova tentativa de Trump de reverter o resultado das eleições

Suprema Corte americana recusa ação que pretendia invalidar os votos em quatro estados americanos. Manifestantes vão às ruas na capital, Washington

Por Da Redação Atualizado em 12 dez 2020, 18h19 - Publicado em 12 dez 2020, 16h59

A Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou ontem uma ação do estado do Texas que pedia que fossem desconsiderados os resultados de quatro estados americanos decisivos para a vitória de Joe Biden na eleição presidencial: Michigan, Pensilvânia, Wisconsin e Georgia.

A decisão praticamente liquida a possibilidade de sucesso do litígio de Donald Trump para reverter sua derrota nas eleições de novembro.

No twitter, o presidente americano disse que “a Suprema Corte tem interesse zero nos méritos da maior fraude eleitoral já perpetrada nos Estados Unidos da América”.

Aliados republicanos no Congresso também acusam os juízes de falta de coragem de enfrentar o problema. A ação da procuradoria do Texas pedia que milhões de cédulas fossem invalidadas na votação dos estados em disputa.

Em Washington, milhares de manifestantes pró-Trump foram às ruas neste sábado. A polícia da capital se mobilizou temendo eventuais confrontos.

 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade