Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Forte explosão em mercado da Nigéria deixa 50 mortos

O atentado ainda não foi reivindicado, mas se assemelha aos organizados pelo Boko Haram

Pelo menos 50 pessoas morreram e outras 52 ficaram feridas após uma forte explosão em um mercado do estado de Borno, no nordeste da Nigéria, informaram fontes da segurança local e testemunhas. O atentado aconteceu na cidade de Sabon Gari, no distrito de Damboa, uma das regiões mais castigadas pelo terror imposto pelo grupo jihadista Boko Haram. A explosão ocorreu às 13h15 (horário local, 9h15 horas em Brasília) em um momento em que o mercado estava muito movimentado.

Leia também:

Nigéria é abordada por grupo que oferece negociação em nome do Boko Haram, diz governo

Adolescente-bomba mata 12 em mesquita na Nigéria

Ataques do Boko Haram deixam quase 150 mortos na Nigéria

Ainda não está claro se o ataque foi um atentado suicida, como os que o Boko Haram realizou nas últimas semanas no país, ou se foi causado por uma bomba instalada no centro do mercado. “Até agora 52 pessoas estão feridas, 47 mortos foram removidos do mercado”, relatou Umar Kidda, membro de um grupo civil de justiceiros, à agência Reuters. Kidda, que testemunhou a remoção dos corpos, afirmou que o mercado estava movimentado no momento da detonação. Uma fonte militar que não quis se identificar confirmou que cerca de 50 pessoas foram mortas.

No dia 31 de julho, o Boko Haram organizou outro atentado a Borno. Na ocasião, várias aldeias de Konduga, perto da capital do estado, foram atacadas e sete pessoas morreram. O grupo terrorista tem intensificado seus ataques contra a população civil, causando centenas de mortes tanto no nordeste da Nigéria quanto nos países vizinhos, como o Chade. Somente neste ano, o Boko Haram matou mais de 2.000 pessoas e colocou na parede o novo presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, que quando tomou posse em 29 de maio prometeu transformar a luta contra os radicais islâmicos na prioridade número um de seu governo.

(Com agência EFE)