Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Forças de Saleh bombardeiam sul do Iêmen para sufocar protestos

Por Da Redação 10 nov 2011, 10h06

Taiz (Iêmen), 10 nov (EFE).- As forças do regime do presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh, usaram nesta quinta-feira tanques e artilharia para sufocar os protestos na cidade de Taiz (ao sul), provocando a morte de duas pessoas e oito ficaram feridos.

O bombardeio atingiu a praça que é o epicentro dos protestos. Nas ruas próximas milicianos da oposição trocaram tiros com as forças do Governo, constatou a Agência Efe.

Conforme informações de médicos de um hospital da cidade, uma adolescente de 12 anos morreu e oito pessoas ficaram feridas.

O ataque das forças iemenitas foi uma resposta à morte de um membro da Guarda Republicana, abatido pelos milicianos.

Os opositores do regime convocaram protestos nas principais cidades, coincidindo com a chegada nesta quinta-feira ao país do secretário-especial da ONU para o Iêmen, Jamal Benomar.

Benomar chegou a Sana para discutir com dirigentes do Governo e da oposição a aplicação de uma iniciativa do Conselho da Cooperação do Golfo (CCG) para garantir a transferência pacífica do poder no país.

Desde 27 de janeiro, o Iêmen vive uma revolta popular contra o regime de Saleh, presidente desde a unificação entre o norte e o sul do país em 1990, embora já fosse líder do Iêmen do Norte desde 1978. EFE

ja/ms-dm

Continua após a publicidade
Publicidade