Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FMI: Espanha deve agir com rapidez para restaurar a confiança

Washington, 8 jun (EFE).- O Fundo Monetário Internacional (FMI) pressionou as autoridades espanholas a ‘agirem com rapidez e não pouparem esforços’ para restaurar a confiança e preservar a estabilidade financeira.

Junto com sua avaliação das necessidades do setor financeiro espanhol, o organismo multilateral divulgou um comunicado dando conta das conclusões do debate realizado no seio de seu diretório executivo.

Os diretores, afirma a nota, ‘dão as boas-vindas à aceleração das reformas nos últimos meses, incluindo o aumento das provisões exigidas, o apoio seletivo à recapitalização dos bancos e as ações decididas para abordar o problema das instituições mais frágeis’.

‘Levando-se em conta a rápida evolução da situação na Espanha e na zona do euro, os diretores instam as autoridades a agirem com rapidez e não pouparem esforços para devolver a confiança no sistema financeiro e preservar a estabilidade’.

O diretório do FMI também especifica, em outra parte de seu comunicado, que os resultados dos testes a que submeteu o setor financeiro espanhol ‘devem ser utilizados com cuidado e comunicados ao público com a maior clareza’.

Os diretores do FMI concordam que as prioridades imediatas devem ser reforçar as reservas de capital e formular uma estratégia para abordar o legado dos ativos bancários.

O FMI divulgou hoje sua avaliação inicial das necessidades do setor financeiro na Espanha e calculou que as entidades mais frágeis necessitarão aumentar suas reservas de capital em pelo menos 40 bilhões de euros. EFE