Clique e assine a partir de 9,90/mês

Flórida: Romney abre 15 pontos de vantagem para Gingrich

Primárias no estado considerado chave seguem até 22 horas desta terça-feira

Por Da Redação - 31 jan 2012, 12h15

Mitt Romney esticou sua liderança nas primárias desta terça-feira na Flórida, um dos estados considerados chave para os aspirantes à Casa Branca. O ex-governado de Massachusetts aumento em 15 pontos porcentuais sua vantagem para o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Newt Gingrich, aponta a pesquisa mais recente feita pela Reuters/Ipsos. Segundo o levantamento, Romney tem 43% das intenções de votos, enquanto Gingrich aparece com 28%. “Romney está mantendo uma posição sólida, e Gingrich continua a perder apoio, o que significa uma margem maior para Romney”, resumiu Chris Jackson, diretor de pesquisas da Ipsos Public Affairs.

Leia também:

Leia também: Economia toma lugar da religião nos votos dos republicanos

“Que dia! Com uma participação assim começo a sentir que ganharemos”, disse Romney na segunda-feira em um evento de campanha em Dunedin, na costa de Tampa (centro da Flórida), que contou com a presença de 1.500 pessoas. “Sei que o ex-presidente da Câmara de Representantes não está muito feliz. Gingrich não está se sentindo muito emocionado nestes dias”, acrescentou. Nos debates realizados ao longo da semana, Gingrich tentou criticar a riqueza e o passado de empresário “sonegador de impostos” do rival, a quem também chamou de “anti-imigrante”.

Continua após a publicidade

Corrida eleitoral – As prévias desta terça são fundamentais para ambos os candidatos, que lutam pela indicação do Partido Republicano para enfrentar o atual presidente e democrata, Barack Obama, nas eleições de novembro. Os centros de votação abriram às 7 horas locais (10 horas em Brasília) no estado onde os republicanos contam com cerca de 4 milhões de afiliados, 13,1% deles de origem latina. O vencedor vai arrebatar 50 dos 1.144 delegados necessários para conseguir a candidatura presidencial republicana, que será oficializada em uma convenção do partido em agosto.

Até agora, o ex-senador Rick Santorum – terceiro nas pesquisas – venceu no caucus de Iowa, Romney em New Hampshire e Gingrich na Carolina do Sul. O representante do Texas, Ron Paul, se manteve na quarta posição em todas as etapas. Santorum e Paul praticamente não fizeram campanha na Flórida.

Infográfico: Os republicanos que querem o lugar de Barack Obama

Os pré-candidatos republicanos tinham a tarefa de conquistar neste estado dois importantes grupos de eleitores, os latinos e os aposentados: 22,5% e 17,3%, respectivamente, de uma população de mais de 19 milhões de habitantes. Para os eleitores de origem cubano-americana, Gingrich e Romney competiram para demonstrar quem teria mais “mão-de-ferro” para planejar uma Cuba sem os irmãos Castro ou afastar da América Latina “a ameaça” do presidente venezuelano, Hugo Chávez, como disseram em uníssono em eventos hispânicos em Miami, onde as pesquisas indicam que o ex-governador de Massachusetts também sairá vencedor.

Continua após a publicidade

(Com agência France-Presse)

Publicidade