Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filipinas declaram estado de emergência após chacina. Mortos chegam a 46

A presidente das Filipinas, Gloria Arroyo, declarou estado de emergência nesta terça-feira no sul do país – um dia depois da chacina que matou 46 pessoas na região da província de Maguindanao, na ilha filipina de Mindanaoão.

O balanço de mortos do ataque contra um grupo de políticos e jornalistas subiu a 46, depois que 24 corpos foram encontrados nesta terça-feira – no dia anterior, 22 foram localizados. Entre o total de vítimas, 14 são mulheres. Todos foram assassinados a tiros.

Segundo uma fonte do governo local, 17 dos corpos foram retirados da mesma vala comum, perto da cidade de Saniag, em Maguindanao. “Estavam uns por cima dos outros, como se tivessem sido enterrados às pressas”, informou o chefe regional da polícia, Josefin Cataluna.

O estado de emergência afeta a província de Maguindanao, onde as vítimas foram assassinadas na segunda-feira após um sequestro, e outras duas áreas limítrofes. A medida envolve 1,54 milhão de pessoas.

As vítimas integravam um grupo de deputados e jornalistas sequestrados por homens armados. A polícia trabalha com a hipótese de a violência estar relacionada a rivalidades políticas entre candidatos antes das eleições para o governo da província, programadas para maio de 2010.

(Com agência France-Presse)