Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Filho do vice-presidente dos EUA é expulso da Marinha por uso de cocaína

Hunter Biden, filho de Joe Biden, saiu da corporação em 2013, mas os motivos só foram revelados agora. Seu pai se recusou a comentar o episódio

Por Da Redação 17 out 2014, 08h57

O filho mais novo do vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, foi expulso da reserva da Marinha americana após teste de controle antidrogas dar positivo para cocaína, revelou na noite desta quinta-feira o jornal Wall Street Journal (WSJ). Hunter Biden, um advogado de 44 anos, se alistou na Marinha em 7 de maio de 2013 e foi direcionado ao Departamento de Relações Públicas de Norfolk, no Estado de Vírginia, uma unidade de reservistas.

Um mês depois, Hunter e outros reservistas foram submetidos a testes antidrogas de rotina, que a Marinha faz com regularidade entre seus homens. Após um processo disciplinar, o filho do vice-presidente foi expulso da corporação. Apesar da sua saída da Marinha ter acontecido em 2013, a revelação sobre o motivo só foi revelado nesta quinta. O filho mais novo do vice-presidente, que também é sócio em uma companhia de investimento, disse estar “profundamente arrependido e envergonhado”. “Foi a honra da minha vida servir à Marinha dos Estados Unidos. Respeito a decisão deles. Com amor e o apoio da minha família, seguirei adiante”, acrescentou Hunter.

Leia também

Biden chega atrasado ao estádio e perde 1º gol dos EUA na Copa

Na Copa, Biden e Dilma trocam figurinhas sobre espionagem

O irmão mais velho de Hunter, o procurador-geral do Estado de Delaware, Beau Biden, se juntou à Guarda Nacional da Armada de Delaware em 2003 e serviu durante um ano na Guerra do Iraque. O vice-presidente e sua mulher, Jill, expressaram publicamente, em várias oportunidades, o orgulho que sentiam por causa do envolvimento militar de seus filhos, que seguiam os passos de seus dois avôs que também serviram à Marinha.

Hunter e Beau são filhos do primeiro casamento de Biden com Neilia Hunter, morta em 1972 em um acidente de carro acompanhada da filha do casal. O político democrata voltou a se casar em 1977 com Jill Tracy Jacobs, com quem teve uma filha, Ashley.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade