Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filha de Michael Jackson pensava que usar máscaras era estupidez

Los Angeles (EUA), 15 dez (EFE).- Paris Jackson, filha de Michael Jackson, pensava que usar uma máscara em público, como seu pai fazia para preservar a identidade de seus filhos, era algo ‘estúpido’, apesar de admitir que aquilo serviu para protegê-los do assédio.

A filha do artista, de 13 anos, participou do programa de Ellen Degeneres transmitido nesta quinta-feira e disse estar vivendo uma adolescência normal apesar da fama de seu pai e das circunstâncias de sua morte em 2009.

Paris declarou que, apesar de crescer em uma das famílias mais conhecidas do mundo, seus companheiros de classe nunca a reconheceram em uma das escolas particulares mais prestigiadas de Los Angeles, por onde também passaram Paris Hilton, Nicole Richie e Matthew Perry.

‘Definitivamente é uma experiência diferente. Tenho uma adolescência normal. Me tratam como a uma pessoa qualquer. Tenho a oportunidade de ser normal’, disse a jovem, ressaltando que o uso das máscaras em público ajudou nisso.

‘Pensava que era estúpido, me perguntava por que devia usar uma máscara. Porém, quanto mais velha ficava, me dava conta que ele só fazia isso para nos proteger’, comentou.

Paris Jackson também revelou que seu pai lhe disse para que, quando morresse, sempre lembrasse de seus conselhos. ‘Segui seu conselho e lembro de tudo que ele me disse’, destacou.

A jovem estreará no mundo do cinema com o filme infantil ‘Lundon’s Bridge and the Three Keys’, que mistura animação e imagens reais.

O longa-metragem, cuja filmagem começará em janeiro, será o primeiro de uma saga baseada no personagem de Lundon O’Malley, explicou o produtor Stephen Sobisky.

‘Meu pai fez o filme ‘Moonwalker’ e eu sabia que ele podia cantar muito bem, mas não sabia que também podia atuar. Quando vi, disse que queria ser como ele. Era pequena, mas improvisávamos juntos’, detalhou. EFE