Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fidel Castro é sepultado em Santiago de Cuba após 9 dias de luto

Túmulo do líder da revolução cubana está próximo ao de José Martí, herói nacional da Independência

Por Da redação Atualizado em 2 fev 2018, 10h04 - Publicado em 4 dez 2016, 19h59

Após nove dias de luto oficial, as cinzas do ditador Fidel Castro foram sepultadas neste domingo no cemitério Santa Ifigênia, na cidade de Santiago de Cuba. Durante o percurso de três quilômetros desde a Praça da Revolução até o cemitério, moradores aguardavam emocionados a passagem da urna e entoavam o coro de “eu sou Fidel”.

Uma cerimônia privada foi feita no Cemitério Santa Ifigênia, em Santiago, segundo a mídia estatal. Castro foi sepultado a alguns passos do mausoléu de José Martí, o herói da independência do país.

 

  • Fidel Castro morreu em 26 de novembro, aos 90 anos. O anúncio da morte foi feita pelo seu irmão Raúl Castro em pronunciamento na TV estatal cubana. Ele estava fora do poder há uma década, mas nunca longe do centro da vida pública. Ele escrevia uma coluna periódica sobre assuntos locais e mundiais e recebia dignitários estrangeiros em sua casa nos arredores de Havana.

    Inicialmente, o ato no cemitério deveria ser transmitido ao vivo pela televisão, mas horas antes a mídia oficial anunciou que seria “solene e privado.” A televisão cubana cortou a cobertura ao vivo às 10 horas (horário de Brasília). Naquele momento em Havana, canhões militares lançaram uma saudação de 21 tiros que trovejou pela capital.

    (Com agência Reuters)

    Continua após a publicidade
    Publicidade