Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FBI vai investigar ação policial truculenta contra aluna em sala de aula

O FBI e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos informaram nesta terça-feira que irão investigar o caso em que uma aluna negra é jogada no chão, arrastada e algemada por um policial branco dentro da sala de aula de uma escola no estado americano da Carolina do Sul. O vídeo da detenção, ocorrida na segunda-feira, provocou uma onda de repúdio nas redes sociais e imprensa americana.

Até agora os relatos sobre o episódio são vagos. O professor de matemática do ensino médio na escola Spring Valley, na cidade de Columbia, pediu que a aluna saísse da aula. O motivo não foi informado. Diante da recusa da adolescente, o assistente do diretor e, posteriormente, o policial Ben Fields, foram chamados. As imagens, aparentemente registradas por alunos, mostram o policial mandando a garota sair da sala antes de derrubá-la violentamente, arrastá-la e algemá-la. Os vídeos não mostram resistência da aluna detida.

Leia também:

Policiais de Nova York organizam boicote a filmes de Tarantino

Poucas informações sobre o que teria ocorrido antes da ação do policial foram divulgadas. Não se sabe, por exemplo, por que a aluna se recusou a sair da aula. Fields, de 34 anos, foi transferido para tarefas administrativas. A jovem foi detida por “perturbar a escola” e, mais tarde, foi entregue à família.

O incidente levantou calorosos debates sobre a ação do policial, em um momento em que o país discute a truculência de policiais brancos contra americanos negros. “A intensidade da força usada por um policial contra uma aluna me pareceu excessiva e desnecessária”, disse James Manning, presidente do Comitê de Curadores do Segundo Distrito Escolar de Richland. De acordo com a agência Reuters, o xerife Leon Lott, do condado de Richland, solicitou ao FBI e ao Departamento de Justiça que iniciem inquéritos independentes do ocorrido e foi atendido.


(Da redação)