Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Farc usam cadáver para praticar atentado na Colômbia

Grupo guerrilheiro explodiu bombas instaladas em corpo de homem morto

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) utilizaram o corpo de um homem morto para praticar um atentado terrorista nesta quarta-feira em Florencia, cidade no sudoeste do país, de acordo com autoridades locais. Após uma denúncia, policiais chegaram ao local onde estava o corpo, que apresentava ferimentos causados por armas de fogo. Os agentes de segurança suspeitaram de algo e chamaram integrantes do esquadrão antibombas.

Leia também:

Leia também: Farc anunciam a sua intenção de libertar ‘vários’ reféns

Quando os policiais estavam deixando o local, os membros da Farc acionaram os explosivos presos ao corpo do homem, segundo informações do coronel Carlos Alberto Vargas, chefe da polícia local. A explosão das bombas deixou os policiais “aturdidos”, afirmou Vargas, que acusou as Farc de utilizar o corpo como chamariz para atingir membros da polícia.

Ninguém ficou ferido no atentado, mas o comandante criticou a ação. “É um fato repudiável. Muito baixo. O país todo marchando contra a violência e eles (as Farc) respondem assim? Eles não têm esse direito”, declarou o coronel Vargas. A polícia colombiana oferece uma recompensa de 20 milhões de pesos (cerca de 18.500 reais) para quem apontar o paradeiro dos responsáveis pelo ataque atribuído às Farc.

Capital do departamento de Caquetá, Florencia fica em uma região com forte presença do grupo narcoguerrilheiro, quem tem quase meio século de existência e cerca de oito mil integrantes. Até agora, o corpo utilizado no atentado não foi identificado.

(Com agência EFE)