Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Facebook e Google terão que pagar por notícias na Austrália

Lei aprovada no parlamento demanda que as big techs entrem em acordo com a mídia local

Por Da Redação Atualizado em 25 fev 2021, 19h29 - Publicado em 25 fev 2021, 19h25

Nesta quinta, o legislativo australiano aprovou a lei que regulamenta a relação das plataformas digitais com a mídia. Segundo o texto do parlamento, agregadores e redes sociais como Google e Facebook deverão negociar o valor a ser remunerado pelas notícias produzidas pelos veículos de comunicação. Caso não haja acordo, uma terceira parte será chamada para arbitrar a negociação.

Pressionado, o Facebook havia banido a veiculação de notícias na rede, tendo voltado atrás somente ontem. O Google já havia se antecipado ao confronto com as editoras, fechando acordo com o magnata da mídia Rupert Murdoch, dono da News Corp, que possui diversos títulos na Austrália e outros países de língua inglesa.

Nos últimos anos, as plataformas digitais se beneficiaram de links e conteúdos para aumentar sua receita de publicidade, sem oferecer uma contrapartida justa às editoras e demais veículos de comunicação, que viram sua receita diminuir gradativamente. A nova lei australiana pretende restaurar o equilíbrio na relação entre as big techs e a mídia, talvez servindo de parâmetro para outros países.

 

Continua após a publicidade
Publicidade