Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Extraditado, ex-general sérvio já está a caminho de Haia

Transferência ocorre após Justiça do país rejeitar recurso solicitado pela defesa

Por Da Redação 31 Maio 2011, 09h56

O ex-comandante militar dos sérvios da Bósnia, Ratko Mladic, já está no avião a caminho de Haia, na Holanda, confirmou no início da tarde desta terça-feira o ministério da Justiça sérvio. A transferência ocorre poucas horas depois de o judiciário do país rejeita e o recurso solicitado pelos advogados de defesa contra a extradição dele ao Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII).

As autoridades sérvias começaram a preparar a transferência do ex-general logo após a notícia de que o recurso havia sido negado. Contudo, a viagem não havia sido confirmada oficialmente por motivos de segurança. A apelação foi recebida no mesmo dia pela Justiça sérvia. Ela pedia anulação da decisão de transferir o ex-general, acusado de ser responsável por milhares de mortes durante a Guerra da Bósnia (1992-1995).

Decisão – Uma vez recebido o recurso da defesa, um conselho de três juízes rejeitou o pedido. A decisão é coerente com a determinação de sexta-feira passada, quando a Justiça declarou que Mladic está em condições de ser extraditado. O ex-general foi capturado na quinta-feira passada, após 16 anos foragido, na aldeia de Lazarevo, ao nordeste de Belgrado, onde vivia escondido na casa de um primo.

Antes de deixar o país, Mladic obteve a permissão de visitar o túmulo da filha, que cometeu suicídio em 1994 após saber das atrocidades cometidas pelo pai. Ele também pode receber seus netos na prisão.

(Com agências EFE, Reuters e France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade