Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Explosões mataram 146 no Congo

Por Guy-Gervais Kitina 5 mar 2012, 07h05

Pelo menos 146 pessoas morreram em uma série de explosões no domingo em um depósito de munições em Brazzaville, a capital da República do Congo, segundo o conselho de ministros extraordinário celebrado na madrugada desta segunda-feira.

No domingo, uma fonte diplomática europeia informou à AFP que a tragédia provocara 150 mortes e que 1.500 pessoas haviam sido feridas”.

“A explosão de um depósito de armas das Forças Armadas no bairro de Mpila provocou a morte de mais de uma centena de congoleses, 146 no momento em que estamos falando, sem esquecer os danos materiais”, afirma a ata da reunião.

Segundo o conselho, “a busca de desaparecidos é prioritária”.

Cinco explosões muito fortes sacudiram Brazzaville a partir das 8H00 locais (4H00 de Brasília) e até as 10H45. De acordo com testemunhas, as detonações, muito fortes, provocaram cenas de pânico e foram sentidas em Kinshasa, a capital da República Democrática do Congo, separada de Brazzaville pelo rio Congo.

De acordo com a ata do conselho de ministros, as explosões foram provocadas por um curto-circuito e por um posterior incêndio.

Continua após a publicidade
Publicidade