Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Explosões em Damasco mataram ao menos 40 pessoas, diz TV

Por Da Redação 10 Maio 2012, 06h03

Damasco, 10 mai (EFE).- Mais de 40 pessoas morreram nesta quinta-feira e 170 ficaram feridas após duas explosões na zona de Qazaz, na periferia de Damasco, informou a televisão síria.

O atentado duplo aconteceu perto de duas sedes dos serviços de Inteligência, onde dezenas de carros e ônibus pegaram fogo, segundo pôde constatar a Agência Efe.

As explosões, cuja origem ainda é desconhecida, tiveram como alvo um edifício do denominado corpo da Inteligência Palestina e uma sede dos serviços de Aviação.

Escombros, sangue e vidros das janelas de edifícios próximos cobriam o solo, onde as detonações abriram um buraco de quase dois metros de profundidade.

O regime sírio considerou este ataque como uma prova de que vem combatendo terroristas que tentam derrocá-lo, e não uma revolta popular.

Uma equipe de observadores da ONU se transferiu para inspecionar o lugar dos atentados. No local, o chefe da missão, o general norueguês Robert Mood, afirmou que ‘este ato terrorista’ não representa uma solução para os problemas da Síria.

Os observadores se encontram no país para verificar o cumprimento do plano de paz da ONU, que estipula, entre outras coisas, um cessar-fogo, em vigor desde 12 de abril. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade