Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Explosão de oleoduto na Colômbia deixa ao menos 11 mortos

Ao menos 11 pessoas morreram e outras 81 ficaram feridas nesta sexta-feira pela explosão de um oleoduto no município colombiano de Dosquebradas (oeste), causada aparentemente por roubo de combustível.

“O número é agora de 11 vítimas e 81 feridos, já que morreram três dos feridos”, explicou à AFP Carlos Mario García, coordenador em Dosquebradas do escritório de Gestão de Risco do governo federal.

As equipes de resgate continuam procurando vítimas debaixo dos escombros, apesar de a polícia não esperar encontrar mais corpos.

“Solidários com as vítimas do acidente em Dosquebradas”, disse o presidente Juan Manuel Santos em sua conta na rede social Twitter.

Santos informou que o ministro de Minas ficará “à frente da situação”.

Entre os feridos, há 23 crianças em estado delicado, 17 das quais foram levadas a unidades de cuidados intensivos, explicou Luz Ensueño Betancur, prefeita de Dosquebradas, pertencente ao departamento (província) de Risaralda.

A capacidade hospitalar desta localidade, de cerca de 170 mil habitantes e situada a 170 km de Bogotá, chegou ao seu limite, e as vítimas estão sendo levadas à cidade vizinha de Pereira, capital de Risaralda.

No total, cerca de 400 pessoas foram afetadas pelo incêndio, que danificou dezenas de casas de três humildes bairros dos arredores de Dosquebradas e destruiu ao menos uma dezena delas, de acordo com a Gestão de Risco.

Segundo este organismo, o vazamento já foi controlado em 95%, embora o combustível tenha contaminado um córrego, razão pela qual foi recomendado aos mais de 20 mil usuários desta água que evitem seu consumo por enquanto.

As autoridades suspeitam que a origem do acidente tenha sido um vazamento de petróleo originado na perfuração clandestina do duto, embora técnicos da Ecopetrol, a empresa estatal de petróleo, ainda não tenham divulgado seu relatório técnico.

“Aparentemente pessoas estavam roubando combustível”, explicou a prefeita.

“Temos informação de uma caminhonete que estava rondando pelo local. Depois que este veículo passou, os moradores detectaram um forte cheiro de gasolina e depois veio a explosão”, disse à rede de televisão colombiana Caracol Gonzalo Londoño, comandante da Polícia de Pereira.

No entanto, ele não descartou, mais tarde, a hipótese de uma deterioração do duto.