Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Explosão de carro-bomba na Colômbia deixa nove feridos

O impacto destruiu vidros e janelas e deixou destroços do veículos espalhados pela rua

A explosão de um carro-bomba sacudiu, na madrugada desta quinta-feira, uma parte de Bogotá, capital da Colômbia, deixando nove pessoas feridas e edifícios danificados, entre eles a sede da estação de rádio Caracol. De acordo com a rede de notícias CNN, a polícia local acredita que a bomba estava escondida em um automóvel Chevrolet. O presidente Juan Manuel Santos, que assumiu a presidência do país no último sábado, disse que se trata de um atentado.

“Nós não vamos nos intimidar. Vamos continuar combatendo o terrorismo com todas as nossas forças”, disse ele. O impacto da bomba destruiu vidros e janelas dos edifícios próximos. As autoridades isolaram o local para investigar a explosão. “Quatro pessoas estão feridas com cortes no rosto. Por sorte, porém, nenhuma ficou ferida com gravidade”, informou o secretário de Saúde de Bogotá, Héctor Sambrano.

“Foi um momento muito assustador, de muita confusão. O impacto foi forte”, disse a jornalista da Rádio Caracol Martha Patricia Castellanos, que se encontrava na redação da emissora no momento da explosão. Os militares e a polícia não responsabilizaram de imediato nenhum grupo armado pela explosão do carro-bomba e nem especificaram o possível objetivo do ataque.

Até o momento, as pesquisas feitas pela equipe antibomba indicam que se trata de um veículo que foi explodido. Estamos verificando toda a identificação e o que sobraram dos restos”, disse o comandante da Polícia Metropolitana de Bogotá, general César Augusto Pinzón. A Colômbia vive um conflito interno de mais de quatro décadas e meia, no qual a guerrilha esquerdista e grupos formados por antigos paramilitares de ultradireita enfrentam as Forças Armadas.

(Com agência Reuters)