Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Exército turco mata cinco membros do PKK e bombardeia norte do Iraque

Por Da Redação 3 fev 2012, 15h34

Ancara, 3 fev (EFE).- Pelo menos cinco militantes do clandestino Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) morreram nesta sexta-feira em enfrentamentos com as forças de segurança da Turquia na província de Batman, no sudeste do país,

O incidente ocorreu pouco tempo antes do exército turco atacar posições curdas no norte do Iraque.

A agência de notícias ‘Anadolu’ divulgou que as forças de segurança penetraram numa caverna onde um grupo de militantes do PKK se escondia. A organização é considerada terrorista pelos Estados Unidos e a União Europeia.

Os rebeldes curdos reagiram e pelo menos cinco milicianos morreram. A agência de notícias pró-curda ‘Firat’ confirmou o ataque, mas não informou sobre a existência de vítimas.

Horas mais tarde, as Forças Armadas turcas anunciaram em seu site uma incursão aérea no norte do Iraque, ao detectar a presença de uma ‘organização terrorista separatista’ na região de Zap.

O breve comunicado detalhou que os aviões bombardearam ‘três alvos’. O PPK pegou em armas em 1984 para lutar pela autonomia de 12 milhões de curdos que vivem na Turquia.

Desde então, cerca de 45 mil pessoas já morreram na guerra não declarada entra as forças de segurança turcas e o PKK. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade