Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Exército norte-coreano jura lealdade a Kim Jong-un

Manifestação pública simboliza apoio militar à sucessão de poder da dinastia

Por Da Redação 10 jan 2012, 02h47

As tropas do Exército da Coreia do Norte juraram lealdade ao seu novo líder, Kim Jong-un, em uma manifestação pública de apoio militar à sucessão do poder na dinastia Kim, informou a agência sul-coreana Yonhap nesta terça-feira. O evento aconteceu na segunda-feira em frente ao Palácio Memorial de Kumsusan, mausoléu que abriga em Pyongyang o corpo embalsamado de Kim Il-sung, “presidente eterno do país”, e os restos mortais de Kim Jong-Il.

Leia também:

Leia também: Futuro da Coreia do Norte é tão obscuro quanto o novo líder

Efetivos das Forças Armadas de terra, mar e ar norte-coreanas juraram fidelidade a Kim Jong-un em uma cerimônia que contou com discursos das autoridades locais. “Construiremos um bastião multiplicado por 10.000 para proteger o comandante-em-chefe e nos transformaremos em fuzis e bombas para servir como corpos defensores de primeira linha a Kim Jong-un, desafiando a morte”, declarou Ri Yong-ho, chefe do Estado-Maior do Exército Popular da Coreia do Norte.

Como resposta, todos os participantes pronunciaram em voz alta as palavras de ordem “Defesa incondicional a Kim Jong-un” e “Reunificação nacional”, segundo a agência. O apoio militar é considerado crucial para garantir a transição do poder do falecido líder Kim Jong-Il a seu filho mais novo e sucessor. O jovem Kim Jong-un, cuja idade é estimada em menos de 30 anos, foi elevado ao cargo de “comandante supremo” das Forças Armadas depois da inesperada morte de seu pai, Kim Jong-Il, em 17 de dezembro.

O Exército da Coreia do Norte, um dos mais numerosos do mundo, com mais de 1 milhão de soldados em atividade, é o principal fiador de poder da dinastia Kim, que conserva o comando totalitário do país desde sua fundação, apesar das graves dificuldades econômicas que atravessa desde a década de 90.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade