Clique e assine a partir de 9,90/mês

Exército de Mali mata 20 rebeldes tuaregues

Por Da Redação - 5 fev 2012, 13h05

Bamaco, 5 fev (EFE).- O Exército de Mali matou cerca de 20 rebeldes tuaregues do Movimento Nacional de Libertação de Azawad (MNLA) entre sexta-feira e sábado, na província de Tombuctu, segundo um comunicado do Ministério da Defesa do país divulgado neste domingo no site oficial da Presidência da República.

O comunicado indica que os insurgentes morreram durante várias operações realizadas na província, uma das três onde o MNLA se rebelou em armas para combater as autoridades de Bamaco (capital do país), insatisfeitos com as condições de vida e a marginalização que dizem sofrer.

Nas operações, segundo a nota oficial, as forças de segurança detiveram cerca de dez homens armados e apreenderam quatro veículos e uma ‘grande’ quantidade de armas, munição e materiais diversos. Além disso, o Ministério ressaltou que não houve baixas nas fileiras do Exército.

No dia 17 de janeiro, o MNLA, surgido de uma aliança que, em 2006, assinou a paz com o governo malinês, se levantou em armas no norte do país, exigindo a autodeterminação desta extensa região setentrional do país, conhecida como Azawad. Desde então, mais de 100 pessoas morreram e milhares buscaram refúgio em países vizinhos (Níger, Argélia e Mauritânia).

As autoridades acusam o MNLA de combater junto à Al Qaeda no Magrebe Islâmico, que também tem o norte de Mali como um de seus principais redutos. No entanto, os tuaregues negam as acusações. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade