Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Exame mostra que tumor de Lula desapareceu; endoscopia confirmará (médico)

Uma tomografia aplicada ao ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, mostra que seu tumor na laringe desapareceu, mas que ainda é preciso esperar a confirmação através de uma endoscopia que será feita após o término das sessões de radiotearapia, disse um de seus médicos ao jornal Folha de São Paulo.

Segundo o oncologista Artur Katz, integrante da equipe médico de Lula, “do ponto de vista tomográfico, não se vê mais o tumor”.

O tratamento radioterápico, iniciado em janeiro, terminará dentro de quatro a seis semanas, disse a mesma fonte.

“A endoscopia é o melhor exame para avaliarmos isso. A tomografia pode não perceber algumas células cancerosas (…) De qualquer forma, essa é uma boa notícia, que nos deixa mais confiantes e mostra que estamos no caminho correto”, diz Katz.

No sábado à tarde, Lula foi internado no hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, onde tem sido tratado, após apresentar quadro de perda de apetite e fadiga, como consequência do tratamento para erradicar o tumor.

A avaliação médica, no entanto, mostrou apenas a presença da inflamação da mucosa da laringe e do esôfago, como consequência da radioterapia iniciada em janeiro.

“O estado de saúde do ex-presidente é bom e não há alteração do plano de tratamento de radioterapia”, disse o boletim médico.

O ex-presidente realizou em dezembro uma terceira sessão de quimioterapia, que, segundo os médicos, reduziu o tumor em 75%, descartando a opção de cirurgia.

Ex-torneiro mecânico e sindicalista, Lula foi o primeiro presidente de esquerda da história do Brasil, ocupando o cargo entre janeiro de 2003 e dezembro de 2010 e deixando o comando do país com uma aprovação recorde de 80%.