Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ex-presidente do Quirguistão resiste à prisão atrás de barricada

Forças especiais da polícia invadem mansão de Almazbek Atambaiev, mas apoiadores reagem; uma pessoa foi morta na operação

As forças especiais do Quirguistão invadiram nesta quarta-feira, 7, a mansão do ex-presidente Almazbek Atambaiev com o intuito de prendê-lo, mas apoiadores entraram em confronto com a polícia e se entrincheiraram dentro de uma casa para proteger Atambiev.

A operação se deu quando o ex-presidente estava conversando e cumprimentando apoiadores no jardim de sua casa. De repente, tiros foram disparados, e as pessoas começaram a correr. A ação foi gravada por um correspondente da agência de notícias Ruptly.

Almazbek Atambaiev foi presidente do Quirguistão entre 2011 e 2017. Ele foi o primeiro chefe de estado a sair do poder após seu mandato acabar.

Outros vídeos mostram várias pessoas no chão. Segundo o Ministério da Saúde, pelo menos 23 foram feridas e um oficial acabou morto. Apesar de o governo alegar que os policiais não estavam usando armas não letais, há relatos de que pelo menos uma pessoa foi baleada com munição real.

Outro vídeo mostra o ex-presidente com a mão no rosto, aparentemente ferido, enquanto mais tiros eram disparados pelas forças de segurança.

A agência de notícias russa Interfax, informou que Atambaiev tinha sido preso e levado de helicóptero para um “lugar desconhecido”. Mas o boato logo se desfez quando os apoiadores do ex-presidente, dessa vez armados, se entrincheiraram na mansão. Mais manifestantes se juntaram ao redor da residência para tentar impedir a prisão do ex-presidente.

As forças especiais tentaram dispersar os manifestantes com balas de borracha, bombas de efeito moral e até mesmo com rajadas de metralhadora apontando para o céu, mas receberam como resposta pedras e fogos de artifício. Um incêndio de pequena proporções dentro do complexo foi avistado no local.

Apoiadores do ex-presidente do Quirguistão Almazbekk Atambaiev preparam barricadas para impedir que as forças de segurança avancem – 07/08/2019

Apoiadores do ex-presidente do Quirguistão Almazbekk Atambaiev preparam barricadas para impedir que as forças de segurança avancem – 07/08/2019 (Vladimir Pirogov/Reuters)

Apoiadores de Atambaiev disseram ter capturado oficiais da polícia, o que as autoridades negam. Mirlan Kanimetov, vice-ministro do Interior, chegou ao local junto de mais policiais para negociar com os manifestantes que estão entrincheirados junto do ex-presidente. Trocas de tiros podiam ser ouvidas de dentro do complexo.

Acusação

O ex-presidente Almazbek Atambaiev, é suspeito de ter se envolvido em esquemas de corrupção relacionados com a restauração de um museu e de uma usina de energia, e de enriquecimento ilícito ao receber um terreno para construir uma residência.

 

No dia 27 de junho, o Parlamento do Quirguistão votou para retirar o foro privilegiado do ex-presidente. Os advogados de Atambaiev descreveram a medida como inconstitucional e acusaram o governo de perseguição política.

Após a retirada do foro, Amtabaiev recebeu três intimações para se apresentar à Justiça. Ele ignorou às três, fato que desencadeou a operação para prendê-lo.