Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ex-ministro do Interior é eleito novo presidente da Albânia

Por Da Redação 11 jun 2012, 15h10

Tirana 11 jun (EFE).- O Parlamento da Albânia elegeu nesta segunda-feira o até então ministro do Interior da coalizão conservadora governante, Bujar Nishani, como novo presidente do país, apesar da rejeição da oposição socialista.

Nishani, de 45 anos, uma das principais figuras do governante Partido Democrático (PD), conseguiu o respaldo de 73 dos 140 membros do Parlamento na quarta rodada de votação, o que o transformou em chefe do Estado em substituição de Bamir Topi.

O novo presidente é militar e foi o único candidato proposto pela coalizão governamental, depois que o outro postulante governista, o engenheiro Artan Hoxha, se retirasse pouco antes que começasse nesta manhã a votação após denunciar ‘chantagens’ da oposição socialista.

Os 63 deputados do Partido Socialista (PS) boicotaram a votação, após o fracasso das negociações com a coalizão governante para designar um presidente de comum acordo.

As três primeiras rodadas que requeriam a eleição do presidente com a maioria qualificada de 84 votos fracassaram.

O líder socialista, Edi Rama, considerou o processo da eleição do presidente como ‘degradado’ e rejeitou apoiar a candidatura de Nishani por não ter sido pactuada.

O novo presidente assumirá o cargo no próximo dia 24 de julho e durante os próximos cinco anos será também comandante das Forças Armadas e presidente do Alto Conselho de Justiça. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade