Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Evo se refugia no México e diz: ‘Me dói ir por causas políticas’

Chanceler mexicano afirma que asilo visa evitar 'riscos à integridade' de Morales

Por Da Redação - Atualizado em 12 nov 2019, 13h08 - Publicado em 12 nov 2019, 00h16

Uma noite após renunciar ao cargo de presidente da Bolívia, Evo Morales viajou para asilo no México, com embarque na noite desta segunda-feira 11.

“Irmãs e irmãos, estou no rumo ao México, grato pelo destacamento do governo daquela cidade irmã que nos deu asilo para cuidar de nossas vidas. Dói sair do país por razões políticas, mas sempre estarei pendente. Em breve voltarei com mais força e energia”, escreveu o mandatário boliviano no Twitter antes de partir.

O governo mexicano confirmou na noite desta segunda-feira que o ex-presidente boliviano já está a bordo do avião que o levará ao México, onde receberá asilo por razões humanitárias.

“Evo Morales já está no avião do governo do México enviado para garantir sua transferência segura ao nosso país”, anunciou o secretário das Relações Exteriores mexicano, Marcelo Ebrard, no Twitter.

Ebrard declarou nesta tarde que recebeu uma ligação de Morales na qual o ex-mandatário boliviano aceitou a oferta do México e solicitou “verbal e formalmente o asilo”.

O chanceler explicou que o México “decidiu conceder asilo por razões humanitárias” a Morales “em virtude da urgência enfrentada na Bolívia, onde sua vida e integridade correm perigo”.

(Com EFE)

Publicidade