Evo Morales chega ao México após receber asilo político

'Obrigado por salvarem minha vida', disse o ex-presidente em solo mexicano; governo autorizou trajeto de Morales pelo espaço aéreo brasileiro

Por Da Redação - Atualizado em 12 nov 2019, 16h48 - Publicado em 12 nov 2019, 14h31

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, chegou nesta terça-feira, 12, ao México, dois dias depois de renunciar ao mandato. O pouso do avião com o político foi anunciado no Twitter pelo ministro de Relações Exteriores mexicano, Marcelo Ebrard. “Evo chegou são e salvo ao México”, escreveu.

Após pousar, Morales realizou um breve discurso ao lado de Ebrard. O ex-presidente agradeceu ao governo mexicano pelo asilo político, afirmando que sua vida estava em risco.

“No dia 9 de novembro, no sábado, um membro da equipe de segurança do Exército me informou sobre uma mensagem que recebeu em que lhe pediam que me entregasse por 50.000 dólares”, afirmou. “Por isso digo: obrigado por salvarem minha vida”.

Morales recebeu o convite do governo mexicano para o asilo político no país logo após anunciar no domingo 10 que deixaria o cargo de presidente. O boliviano enfrentava protestos da oposição depois de sua reeleição, em outubro, em um pleito marcado por acusações de fraude.

Publicidade

O ex-presidente perdeu o apoio dos militares que “recomendaram” sua renuncia, mesmo após Morales ter anulado os resultados e convocado novas eleições acatando o pedido da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Ao lado de Evo durante o discurso desta terça se encontrava o ex-vice-presidente Álvaro García Linera, que também renunciou ao seu cargo no final de semana, após a pressão de militares, policiais e oposição. Os próximos na linha de sucessão ao posto de presidente, que seriam o presidente do Senado e da Câmara dos Deputados, também pediram demissão, assim como o vice-presidente do Senado.

A situação na Bolívia ainda é critica. Parlamentares da oposição correm para eleger um novo presidente no Senado. Após a escolha da liderança, é esperado que o governo de transição convoque novas eleições para o dia 22 de janeiro.

Negociações com o Brasil

O México pediu ao governo brasileiro, nesta terça-feira, 12, permissão para que o avião que levava Evo Morales sobrevoasse o espaço aéreo do país. O Itamaraty confirmou a autorização no mesmo dia.

Publicidade

Confirmamos que o Brasil, assim que solicitado pelo México, concedeu autorização para sobrevoo da aeronave que transportou o ex-presidente Evo Morales”, informou o Itamaraty.

O Ministério das Relações Exteriores do México teve que negociar a passagem do avião pelo espaço aéreo com vários países e encontrou dificuldades para tirar Evo da Bolívia.

A aeronave foi obrigada a fazer uma parada no Paraguai por volta das 1h30 desta terça depois que o Peru bloqueou o sobrevoo da aeronave por seu território.

Após negociações, o governo peruano liberou acesso às 4h53. O avião partiu, então, para o México.

Publicidade