Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Europeus e árabes apresentam nova proposta sobre a Síria na ONU

Diplomatas europeus e árabes fizeram circular nesta sexta-feira um novo projeto de resolução sobre a Síria no Conselho de Segurança das Nações Unidas, no qual a Liga Árabe é convocada e que prevê a saída do presidente Bashar al-Assad.

O Conselho de Segurança está em um impasse há meses em relação à Síria. Rússia e China vetaram uma proposta anterior europeia em outubro, acusando o Ocidente de buscar uma mudança de regime.

“Creio que hoje temos a possibilidade de abrir um novo capítulo sobre a Síria”, disse o embaixador alemão na ONU, Peter Wittig ao entrar nos debates.

O Marrocos apresentou ao corpo um projeto de resolução de 15 nações – elaborado por Estados árabes junto a Grã-Bretanha, França e Alemanha – que busca colocar fim a meses de estancamento da ONU sobre a Síria.

Rússia e China vetaram em outubro uma resolução europeia anterior, acusando o Ocidente de buscar uma mudança de regime.

O projeto, que ainda deve enfrentar dias de negociações em meio a dúvidas de Rússia e seus aliados, afirma que o Conselho “apoia plenamente” um plano da Liga Árabe lançado na semana passada para resolver a questão síria.

O texto pede que os Estados-membros continuem as sanções impostas pela Liga Árabe contra a Síria em novembro, apesar de não conter ações obrigatórias.

Dias atrás a Liga Árabe apresentou uma iniciativa na qual pediu ao presidente Bashar al Assad que dê “prerrogativas ao vice-presidente” para formar um “governo de união” nacional em “dois meses”, para assim preparar eleições legislativas e presidenciais “plurais e livres”.