Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA vão enviar equipe de assistência ao Haiti após morte de presidente

Ajuda foi solicitada pelo país caribenho para investigar o ataque à residência de Jovenel Moïse

Por Da Redação 11 jul 2021, 19h23

O Estados Unidos enviarão uma equipe de assistência ao Haiti para auxiliar na investigação do assassinato do presidente Jovenel Moïse, que foi morto na última quarta-feira, 7. A confirmação foi feita pelo porta-voz do Pentágono, John Kirby, em entrevista ao programa Fox News Sunday neste domingo, 11, após o país caribenho solicitar auxílio na semana passada.

“Hoje uma equipe inter-agências, principalmente do Departamento de Segurança Interna e do FBI, está indo para o Haiti neste momento para ver o que podemos fazer para ajudar no processo de investigação”, afirmou Kirby. As informações coletadas pela equipe serão enviadas ao presidente dos EUA, Joe Biden, que será o responsável por decidir que medidas serão tomadas. Não foi definido o período que a equipe ficará no Haiti.

Jovenel Moïse foi morto a tiros em sua residência oficial em um ato que o primeiro-ministro interino, Claude Joseph, classificou como “desumano e bárbaro”. O ataque, que ocorreu em Porto Príncipe, também deixou ferida a esposa de Moïse, Martine. Ela chegou a ser internada, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

Continua após a publicidade
Publicidade