Clique e assine com 88% de desconto

EUA suspendem aplicação de sanções à Coreia do Norte

Retaliações estavam prontas para serem adotadas nesta terça-feira; delegações dos dois países negociam encontro entre Trump e Kim

Por Da Redação - 28 maio 2018, 19h55

Os Estados Unidos suspenderam a aplicação de várias sanções econômicas contra a Coreia do Norte, que já estavam prontas para entrar em vigor, para aguardar o resultado das negociações bilaterais sobre a realização da reunião entre os presidentes Donald Trump e Kim Jong-un.

A informação foi publicada nesta segunda-feira (28) pelo The Wall Street Journal. As novas sanções contra a Coreia do Norte seriam divulgadas amanhã, segundo o jornal americano. As novas sanções foram preparadas pelo Departamento do Tesouro e tinham mais de 30 alvos, incluindo empresas e instituições da Rússia e da China.

Representantes americanos e norte-coreanos estão dialogando na cidade de Panmujon, localizada na fronteira entre as duas Coreias, com o objetivo de chegar a um acordo sobre a reunião de cúpula. Esse objetivo também motivou o encontro entre Kim e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, no último sábado.

O encontro foi inicialmente marcado para 12 de junho, em Singapura. Mas, diante de atritos verbais de lado a lado, Trump a cancelou na semana passada, anunciou a imposição de novas sanções em breve e ameaçou usar força militar contra a Coreia do Norte. No dia seguinte, porém, Trump abriu a possibilidade de o encontro voltar a ocorrer, e a Casa Branca confirmou que realizaria conversas com a Coreia do Norte para salvar a cúpula.

Publicidade

(Com EFE)

Publicidade