Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA retiram negociadores do Paquistão (Pentágono)

Por Alex Wong 11 jun 2012, 13h38

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira que retirarão seus negociadores do Paquistão, depois de não terem alcançado um acordo com Islamabad sobre a reabertura das rotas de reabastecimento para a Otan no Afeganistão.

“Foi tomada a decisão de fazer a equipe voltar para casa (Estados Unidos) por um breve período”, explicou George Little, porta-voz do Departamento americano de Defesa.

A equipe de negociadores esteve no Paquistão por cerca de seis semanas, explicou o porta-voz do Pentágono, quando funcionários americanos acreditavam estar perto de conseguir um acordo com Islamabad para levantar o bloqueio aos comboios da Otan.

Mas nenhum avanço era iminente e não havia uma data prevista para retomar as negociações, disse Little.

O Paquistão fechou sua fronteira aos comboios de abastecimento da Otan em novembro depois que um ataque aéreo frustrado americano matou 24 soldados paquistaneses.

Os membros da equipe começaram a deixar o país no fim de semana e os demais negociadores podem voltar em breve aos Estados Unidos.

As declarações ocorreram depois que o chefe do Exército do Paquistão, general Ashfaq Kayani, rejeitou na semana passada um encontro com o assistente do secretário de Defesa americano, Peter Lavoy.

As vias de acesso através do Paquistão são importantes para a logística da Otan, que planeja uma retirada em grande escala das tropas e equipamentos de combate antes do fim de 2014.

Continua após a publicidade
Publicidade