Clique e assine com até 92% de desconto

EUA repatriam quatro afegãos detidos em Guantánamo

Desde novembro, treze presos já foram liberados do centro de detenção militar

Por Da Redação 20 dez 2014, 14h29

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos anunciou neste sábado a repatriação de quatro prisioneiros afegãos que estão detidos no centro de detenção militar norte-americana na Baía de Guantánamo, em Cuba. Shawali Khan, Khi Ali Gül, Abdul Ghani e Mohammed Zahir voltarão ao Afeganistão após “um exame minucioso”, que incluiu uma análise dos riscos da mudança para a segurança americana, afirmou o Departamento de Defesa em comunicado.

No texto, os EUA também agradecem ao Afeganistão pela “vontade de apoiar os esforços em curso do governo americano para revisar a situação dos acusados que estão no centro de detenção.” A libertação dos presos políticos foi determinada por unanimidade pelo grupo de trabalho responsável por revisar os casos dos presos de Guantánamo, criado em 2009. Segundo a decisão do grupo, composto por funcionários de seis departamentos e agências do governo dos EUA, os prisioneiros afegãos estão “aptos para a mudança.”

Leia também:

Uruguai recebe como ‘refugiados’ seis prisioneiros de Guantánamo

Uruguai acolheu outros seis presos

Continua após a publicidade
Publicidade