Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA prometem responsabilizar culpados por derramamento de petróleo

O presidente americano, Barack Obama, prometeu nesta terça-feira responsabilizar legalmente os culpados pelo vazamento de petróleo no Golfo do México. Ele afirmou que, se for necessário, mudará a lei para evitar que algo semelhante volte a ocorrer.

“Se nossas leis foram violadas (…), prometo solenemente fazer os responsáveis comparecerem diante da Justiça, em nome das vítimas desta catástrofe e dos habitantes da região do Golfo”, disse em um curto discurso feito na Casa Branca.

Obama fez a declaração após um encontro com o ex-senador Bob Graham e o ex-responsável pela Agência de Proteção Ambiental William Reilly, que irão coordenar a comissão presidencial que cuida do vazamento no Golfo do México.

Os comentários ocorrem em um momento em que a Casa Branca tenta novamente demonstrar liderança, enquanto o desastre se amplia e a petroleira BP tenta uma nova operação para deter o vazamento de óleo.

Mas enquanto enfrenta altas críticas, a administração Obama aparenta não ter outra alternativa a não ser depender da expertise da petroleira britânica e seus equipamentos para tentar conter o vazamento.

“Top kill” – Depois de admitir fracasso na última tentativa de conter o vazamento de petróleo no Golfo do México, com a técnica “top kill”, a empresa British Petroleum (BP) anunciou na última sexta-feira que tentará outra alternativa. Agora, a petroleira pretende posicionar um compartimento de contenção sobre o poço para que a maior parte do vazamento seja direcionada a um navio.

Tentativas para conter o vazamento:

– Estruturas de contenção – parcialmente sucedida

– Queimada controlada – causa grave poluição do ar

– Dispersantes – cientistas alertam risco à vida marinha

– Grande domo posicionado sobre o vazamento – entupiu por causa de cristais de gelo

– “Mangueira” gigante – não consegue sugar grandes quantidades do petróleo

– Técnica “Top-kill” – abandonada

(Com agência France-Presse)