Clique e assine a partir de 9,90/mês

EUA prometem resposta ‘esmagadora’ se Pyongyang usar arma nuclear

Pyongyang falhou em um teste de míssil de médio alcance nesta quinta-feira

Por Da redação - 20 out 2016, 19h43

O secretário americano da Defesa, Ashton Carter, condenou nesta quinta-feira o último teste nuclear da Coreia do Norte e voltou a prometer uma resposta “esmagadora” se Pyongyang usar armas nucleares.

Mais cedo, a Coreia do Norte falhou em um teste de míssil de médio alcance, do modelo Musudan, segundo o Comando Estratégico dos Estados Unidos (Usstratcom) e o Exército da Coreia do Sul. De acordo com as informações dos dois órgãos militares, o míssil explodiu poucos minutos depois de deixar a base.

“Condenamos firmemente o teste realizado ontem à noite [horário da Coreia do Norte], que, mesmo ao falhar, violou várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU”, disse Carter em entrevista coletiva ao lado do ministro sul-coreano da Defesa, Han Min-Koo.

Carter repetiu a promessa que fez ontem, em Washington, com o secretário de Estado, John Kerry, antes do mais recente teste de míssil. “Não vamos nos enganar: qualquer ataque aos Estados Unidos, ou aos nossos aliados, não apenas será frustrado, mas que o uso de qualquer arma nuclear receberá uma resposta esmagadora e efetiva”, completou.

Continua após a publicidade

Trata-se do segundo lançamento frustrado em menos de uma semana do míssil Musudan, que teria um alcance entre 2.500 e 4.000 quilômetros.

Kerry disse ontem que, assim que for possível, os Estados Unidos instalarão um escudo antimísseis na Coreia do Sul, apesar da oposição da China. Washington vê a construção do sistema THAAD (Terminal High Altitude Area Defense) como uma proteção contra o desenvolvimento de mísseis e tecnologia nuclear da Coreia do Norte.

(Com AFP)

Publicidade