Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

EUA proíbem eletrônicos em voos procedentes do Oriente Médio

A regra é vista pela pela administração de Donald Trump como forma prevenção contra ataques terroristas

Por Da redação 21 mar 2017, 10h29

Passageiros a caminho dos Estados Unidos com voos provenientes em dez aeroportos de países de maioria muçulmana serão proibidos de carregar eletrônicos maiores do que celulares em suas bagagens de mão. A nova restrição de segurança afetará oito nações no Oriente Médio e na África, informou a administração de Donald Trump nesta terça-feira.

Notebooks, tablets, câmeras, leitores de livros digitais e aparelhos semelhantes podem ser carregados nas malas despachadas, porém, não devem ser levados pelos passageiros durante o voo, revelaram fontes do governo. De acordo com o jornal The New York Times, as companhias estrangeiras têm 96 horas a partir desta terça-feira para adotar a regra – empresas americanas não serão afetadas.

Os serviços de inteligência “indicam que grupos terroristas continuam apontando como alvo a aviação comercial”, ao esconder “explosivos em vários bens de consumo”, explicou à emissora CNN uma fonte do governo, que preferiu não se identificar.

A medida deve afetar cerca de cinquenta voos diários de nove companhias (Royal Jordanian, EgyptAir, Turkish Airlines, Saudi Airlines, Kuwait Airways, Royal Air Maroc, Qatar Airways, Emirates e Etihad Airways) com decolagem de dez aeroportos internacionais: Amã, Cairo, Istambul, Jidá, Riad, Kuwait, Doha, Dubai, Abu Dhabi e Casablanca.

Sem falar oficialmente à imprensa, autoridades americanas informaram com antecedência os países e as companhias aéreas envolvidas. Algumas publicaram na segunda-feira à noite, no Twitter, algumas informações para os clientes. As fontes não citaram um prazo para a proibição dos dispositivos eletrônicos, mas advertiram que se não colocarem as medidas em prática as companhias podem perder o direito de voar aos Estados Unidos.

 

(Com AFP)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)