Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA: polícia prende acusado de matar três pessoas em Maryland

Homem armado de 37 anos foi preso por agentes federais acusado de atirar contra seis pessoas

Por Da redação Atualizado em 30 jul 2020, 20h34 - Publicado em 19 out 2017, 11h02

Um homem armado de 37 anos, suspeito de matar três pessoas e ferir outras três nesta quarta-feira, foi preso por agentes federais na cidade de Newark, Delaware, nos Estados Unidos. De acordo com Robert Tracy, chefe de polícia de Wilmington, o suspeito, Radee Labeeb Prince tem antecedentes criminais e foi identificado por uma das vítimas dos ataques.

Segundo as autoridades, todas as vítimas do tiroteio trabalhavam na mesma empresa, Advanced Granite Solutions, onde Prince fora funcionário. O atirador invadiu o escritório da companhia de venda e fabricação de peças de granito na cidade de Edgewood, em Marylande disparou contra os funcionários, deixando três mortos e dois feridos em estado grave. Os ataques, segundo Tracy, “não foram aleatórios”. A fuga do atirador da cena do tiroteio, em um centro comercial, provocou o fechamento de escolas da área, assim como do set de gravação da série da Netflix, House of Cards.

  • Prince era procurado por outro incidente com arma de fogo no mesmo dia em Wilmington. Um homem foi atingido no corpo e na cabeça pelos disparos em uma loja de automóveis e continua hospitalizado, mas não corre risco de vida, segundo informa uma afiliada local da rede de notícias ABC. Segundo o jornal local The Baltimore Sun, Prince já teve sua prisão decretada em várias ocasiões no passado, por roubo e posse indevida de arma de fogo.

    O motivo por trás dos disparos não foi revelado pela polícia. “Esse homem atirou em seis pessoas em um único dia. Três delas estão mortas. Trata-se de uma pessoa sem consciência”, disse Tracy sobre o suspeito.

    (Com AFP) 

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade