Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA pedem libertação imediata de americano detido no Irã

Os Estados Unidos reclamaram nesta segunda-feira a libertação imediata de um americano de origem iraniana, apresentado por Teerã como agente da CIA. “Pedimos ao governo iraniano que autorize a Suíça (que representa os interesses americanos no Irã), a ter acesso a ele e libertá-lo sem demora”, declarou Victoria Nuland, a porta-voz do Departamento de Estado. Nuland informou que a administração americana ja falou com os pais do jovem.

A emissora pública iraniana informou no último domingo sobre a prisão do americano, em um programa no qual se mostrava o jovem confessando que tinha por missão infiltrar-se no Ministério da Inteligência. A emissora o identificou como Amir Mirza Hekmati, nascido no Arizona, e afirmou que ele se alistou no exército americano em 2001, recebendo formação de serviços secretos durante uma década.

O regime iraniano anuncia frequentemente a prisão de “espiões” e “sabotadores” que supostamente trabalham para Estados Unidos ou Israel, seus dois inimigos máximos, mas as autoridades fornecem pouca informação sobre os fatos.

No início de dezembro, Teerã capturou um avião teleguiado de observação americano RQ-170. Desde então, as autoridades de segurança nacional iranianas tentam decifrar os códigos da aeronave para poder copiar sua tecnologia.

(Com agência France-Presse)