Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

EUA pedem julgamento justo para Saif al-Islam

Por - 19 nov 2011, 15h30

Os Estados Unidos pediram neste sábado às autoridades líbias que tratem “humanamente” Saif al-Islam Kadhafi, preso no sul do país, e exigiram que ele possa ter um julgamento justo, indicou uma porta-voz do Departamento de Estado.

A porta-voz, Nicole Thompson, acrescentou que, embora os Estados Unidos não tenham confirmado de maneira independente a captura do filho do ex-ditador Muamar Kadhafi, sua prisão representa um “novo passo” para “o futuro de paz e de democracia” ao qual o povo líbio tem direito.

“Nós sempre pedimos às diferentes partes na Líbia que garantam um tratamento humano aos prisioneiros”, em “conformidade com os critérios internacionais”, acrescentou a porta-voz.

“Estimulamos também o CNT (Conselho Nacional de Transição líbio) a manter sua cooperação com o Tribunal Penal Internacional (TPI) pelo futuro julgamento de Saif al-Islam”, acrescentou Thompson.

“Saif al-Islam Kadhafi foi acusado de crimes contra a Humanidade e a comunidade internacional foi muito clara sobre o fato que deveria prestar contas”, ressaltou a porta-voz.

Desde 27 de junho, Saif al-Islam, o último dos filhos de Muamar Kadhafi ainda procurado na Líbia, era alvo de um mandado de prisão do TPI por suspeitas de crimes contra a Humanidade.

Continua após a publicidade

Publicidade