Clique e assine com até 92% de desconto

EUA oferecem recompensa de US$ 10 mi por financiador da Al-Qaeda

Por Ho 22 dez 2011, 16h48

Os Estados Unidos ofereceram nesta quinta-feira 10 milhões de dólares por informações sobre Ezedin Abdel Aziz Khalil, um sírio que “opera no Irã” e apresentado como financiador da rede islâmica Al-Qaeda.

É a primeira vez que “um financiador do terrorismo” é alvo de tal recompensa, afirmou Robert Hartung, alto responsável de assuntos de segurança do Departamento de Estado.

Segundo Washington, o homem, também conhecido como Yacine al-Suri nasceu na Síria em 1982.

O Departamento do Tesouro o apresentou em julho como “um responsável logístico de alto nível da Al-Qaeda que vive no Irã e realiza suas atividades desse país como consequência de um acordo entre Al-Qaeda e o governo iraniano”.

Sua função seria transferir fundos e recrutar militantes no Oriente Médio, que transitam via Irã para a Al-Qaeda no Paquistão.

O montante de 10 milhões de dólares é parte do programa “Rewards for Justice” (recompensa por justiça) iniciado nos anos 1980, com o objetivo de prender suspeitos de terrorismo.

O atual chefe da Al-Qaeda, Ayman al Zawahiri, é alvo de uma recompensa mais elevada – 25 milhões de dólares – nesse programa.

Continua após a publicidade
Publicidade