Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA manterão missão de combate no Afeganistão pelo menos até 2014

Cabul, 4 fev (EFE).- Os Estados Unidos estão comprometidos em manter sua missão de combate no Afeganistão pelo menos até 2014, segundo um comunicado divulgado neste sábado à imprensa pela embaixada americana em Cabul.

‘Os EUA estão comprometidos com o calendário de Lisboa, que significa manter a missão de combate até 2014, e além’, indica o texto, assinado pelo embaixador americano na capital afegã, Ryan Crocker.

‘Queremos garantir que o Afeganistão não se transforme novamente em um paraíso para a Al Qaeda ou qualquer outro grupo que atente contra os interesses dos EUA e seus aliados’, acrescenta a nota.

O comunicado foi divulgado dois dias após o secretário de Defesa americano, Leon Panetta, anunciar que os EUA acreditavam em pôr fim à missão de combate no Afeganistão até 2013.

‘Esperamos que até meados ou final de 2013 a missão de combate possa se transformar em uma missão de treinamento, assistência e assessoria (às forças afegãs)’, disse Panetta na quinta-feira.

O anúncio do secretário de Defesa tinha causado preocupação na imprensa política local, que o interpretou como uma mudança dos planos do Exército dos EUA de estender sua missão de combate no país até 2014.

A correção de prazos ocorre em meio às tentativas da Administração americana de estabelecer um processo de negociação com o movimento rebelde talibã, que pôs como condição para o diálogo a retirada imediata das tropas internacionais desdobradas no Afeganistão. EFE