Clique e assine com até 92% de desconto

EUA, Japão e Europa boicotam minuto de silêncio por Kim Jong-il

Por Da Redação 22 dez 2011, 19h51

Estados Unidos, Japão e os países líderes da União Europeia boicotaram nesta quinta-feira o minuto de silêncio na Assembleia Geral das Nações Unidas solicitado pela Coreia do Norte em memória do líder Kim Jong-il.

A homenagem foi um ato de “protocolo” a pedido da Coreia do Norte, segundo o presidente da Assembleia Geral, Nassir Abdulaziz al-Nasser, mas os diplomatas ocidentais a consideraram “imprópria” e disseram que o Conselho de Segurança já havia rejeitado um pedido de Pyongyang para homenagear Kim.

Kim Jong-il “é sem dúvida responsável pela morte de dezenas de milhões de pessoas. Não é um modelo para a ONU”, declarou um dos diplomatas para explicar o boicote ao minuto de silêncio.

Apenas um terço dos 193 países da Assembleia Geral acompanharam o embaixador da Coreia do Norte na ONU, Sin Son-Ho, no minuto de silêncio.

Kim Jong-Il morreu aos 69 anos de um ataque do coração no sábado passado, mas o regime comunista da Coreia do Norte divulgou a notícia apenas na segunda-feira.

Continua após a publicidade
Publicidade