Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

EUA: iraniano e cingapurianos acusados de facilitar bombas ao Irã

Por null - 25 out 2011, 15h21

Cinco pessoas naturais de Cingapura e outra iraniana foram acusadas pela justiça dos Estados Unidos de fornecer ao Irã componentes de bombas artesanais que seriam utilizadas no Iraque, afirmou nesta terça-feira o departamento de Justiça americano.

Ao menos 16 sistemas de antenas de rádio foram descobertos no Iraque em bombas artesanais que não chegaram a explodir, afirmou o departamento em um comunicado, no qual informou que o iraniano acusado estava sendo procurado.

Os quatro moradores de Cingapura foram detidos na segunda-feira em seu país, indicou o texto, acrescentando que quatro empresas que dirigiam já eram alvos de processos judiciais. Os Estados Unidos se preparam para pedir a extradição dos acusados, anunciou o departamento de Justiça.

Este novo caso ocorre num momento em que as relações entre Irã e Estados Unidos se tornaram mais complicadas. O recente aumento de tensão deve-se à denúncia dos Estados Unidos de um complô dirigido pelo Irã para assassinar o embaixador da Arábia Saudita em Washington.

Publicidade