Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA impõem sanções a tio de Assad e a general sírio

Washington impôs nesta quinta-feira novas sanções contra o regime sírio que afetarão, entre outros, um general de alto escalão e um tio de Bashar al-Assad considerado um conselheiro chave do presidente em assuntos financeiros, anunciou o departamento do Tesouro em um comunicado.

Trata-se do general da quarta divisão blindada Aus Aslan e de Muhamad Makhluf, tio materno de Assad e pai do já sancionado magnata das telecomunicações Rami Makhluf.

Makhluf, de 79 anos, foi descrito pelo departamento do Tesouro como alguém utilizado por Assad “para fazer e mover dinheiro” e que “garante que os ativos em quase todos os setores são controlados por empresários inclinados a atuar como guardiões do regime de Assad em troca de benefícios econômicos”.

Também estão incluídos nesta nova rodada de sanções uma empresa do ministério da Defesa, a Military Housing Establishment, assim como o Real State Bank, um banco controlado pelo governo que administra os empréstimos do Executivo, acrescentou a nota.

Todos eles foram incluídos na lista de figuras do regime e organizações sírias com os quais os americanos são proibidos de fazer negócios com o objetivo de aumentar a pressão sobre o regime de Damasco para que ponha fim à violenta repressão contra a oposição política.