Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA: entre latinos, popularidade de Obama cai em 3 estados

A popularidade do presidente Barack Obama entre latinos caiu em três estados eleitorais importantes (Colorado, Novo México e Flórida), mas se mantém à frente dos republicanos, segundo uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira por uma organização conservadora americana.

Sessenta e cinco por cento dos latinos na Flórida acreditam que os Estados Unidos estão indo para a direção errada, e essa porcentagem é de 63% no Colorado e de 60% no Novo México, segundo o estudo divulgado pela Resurgent Republic e Hispanic Leadership Network.

Cinquenta por cento dos moradores da Flórida aprovam a gestão de Obama, contra 45% que desaprovam. No Colorado, 60% aprovam e 39% desaprovam, enquanto no Novo México, 65% aprovam e 32% desaprovam.

Mas em termos eleitorais, Obama venceria nesses três estados que foram determinantes para sua vitória em 2008: 46% dos habitantes da Flórida optaria por ele contra um republicano (36%), no Novo México, venceria por 58% (28% para os republicanos) e no Colorado venceria com 59% (27% contra).

As chances eleitorais de Obama, 14 meses antes das eleições presidenciais, caíram, e o eleitorado latino independente cresceu, apontou a pesquisa realizada entre os dias 6 e 10 de setembro entre 1.200 latinos (400 por estado).

A maioria dos latinos nesses três estados acredita que Obama não cumpriu suas promessas de 2008.

Mas “as propostas republicanas quanto à reforma migratória continuam chocando a maioria dos eleitores latinos”, mostrou a pesquisa.

Trinta e oito por cento dos latinos na Flórida acusam os republicanos no Congresso pelo fracasso dessa reforma, e porcentagens mais elevadas aparecem no Colorado (48%) e Novo México (46%).

Em geral, os latinos declaram-se conservadores, e ao mesmo tempo acreditam mais nos democratas para a gestão de serviços públicos e dos impostos.