Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA emitem alerta mundial de viagem por risco de terrorismo

Segundo o Departamento de Estado americano, grupos radicais seguem planejando atentados em diversas partes do mundo

Por Da Redação 24 nov 2015, 08h33

Os Estados Unidos emitiram um “alerta mundial de viagem” para seus cidadãos devido ao aumento das “ameaças terroristas” de grupos como o Estado Islâmico (EI), Al Qaeda e Boko Haram. Em comunicado, o Departamento de Estado americano disse que informações sugerem que terroristas seguem planejando ataques em várias partes do mundo.

“Esses ataques podem empregar diversas táticas, usando armas convencionais ou não convencionais e dirigindo-se a interesses oficiais e privados”, afirmou o órgão. O alerta oficial tem validade até 24 de fevereiro de 2016, mas o governo americano não esclareceu o motivo de ter fixado essa data.

No comunicado, o governo dos Estados Unidos lembrou que muitos ataques recentes ocorreram em grandes eventos esportivos, teatros, mercados ao ar livre e serviços aéreos, e citou França, Nigéria, Dinamarca, Turquia e Mali como exemplos de países que sofreram atentados no último ano.

Leia também:

Polícia amplia até 30 de novembro proibição de manifestações em Paris

Continua após a publicidade

Conselho de Segurança da ONU autoriza ‘todas as medidas necessárias’ contra EI

Ataques suicidas de adolescentes deixam 12 mortos em Camarões e Nigéria

Diante disso, o Departamento de Estado recomenda que os cidadãos americanos tenham atenção em transporte e outros locais públicos, e evitem “grandes multidões ou lugares movimentados” durante suas viagens, especialmente na temporada de férias de final de ano.

Para as autoridades americanas, “a probabilidade de ataques terroristas continuará enquanto membros do EI retornem de Síria e Iraque” para os seus países de origem. O comunicado diz ainda que “há uma contínua ameaça de pessoas não filiadas que planejam ataques inspirados por grandes organizações terroristas, mas que as realizam de forma individual”.

França – O alerta para os cidadãos americanos foi emitido dez dias após uma série de atentados terroristas em Paris deixarem 130 mortos e mais de 300 feridos. A autoria dos ataques foi reivindicada pelo EI, que recentemente divulgou vídeos fazendo ameaças contra a Casa Branca e a cidade de Nova York. Nesta quarta-feira, os presidentes dos Estados Unidos e da França, Barack Obama e François Hollande, vão se encontrar em Washington para discutir o combate aos jihadistas.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade