Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA: Corrida presidencial ganha mais um candidato republicano

O governador da Louisiana, Bobby Jindal, é o 13º pré-candidato pelo Partido Republicano para as eleições de 2016

O governador da Louisiana, Bobby Jindal, anunciou nesta quarta-feira que vai concorrer à presidência dos Estados Unidos e, com isso, tornou-se o 13º republicano a entrar na disputa das prévias para a Casa Branca em 2016. Jindal, de 44 anos, é primeiro político de origem indiana a comandar um estado nos EUA. “Vou concorrer à presidência dos Estados Unidos da América. Junte-se a mim”, foi o tuíte do governador, que veio acompanhado pelo link para o site dedicado à candidatura.

Leia também:

HIllary Clinton lidera corrida presidencial americana

​Aprendiz na política, Donald Trump anuncia pré-candidatura à Presidência ​

Jeb Bush oficializa pré-candidatura à presidência dos EUA

Jindal tornou-se o primeiro governador de origem indiana dos Estados Unidos, em 2008. Ele nasceu em Baton Rouge, capital da Louisiana, filho de uma família de imigrantes da região do Punjab. Ele foi batizado de Piyush, mas aos quatro anos seus pais mudaram o registro para Bobby, em homenagem ao seu personagem favorito da série “A Família Sol-Lá-Si-Dó”.

O governador é um dos pré-candidatos com menos chances na corrida presidencial – ele aparece com 1% das intenções de voto na última pesquisa -, mas esta não é a primeira vez que seu nome aparece ligado à corrida presidencial americana. Seu nome chegou a ser cogitado nas primárias para as eleições de 2012, a princípio como potencial pré-candidato e depois como possível candidato à vice-presidência de Mitt Romney.

A popularidade do governador da Louisiana não é das melhores atualmente. Uma pesquisa recente mostrou que sua aprovação gira em torno de 32%. Talvez já de olho na Casa Branca, Jindal se recusa a aprovar aumentos de impostos que poderiam resolver problemas nos cofres públicos estaduais. O resultado é o corte em programas populares nas áreas de saúde e educação no Estado, segundo a rede CNN.

Jindal, convertido do hinduísmo ao catolicismo e com profundos valores conservadores, é considerado um importante ativo de um Partido Republicano determinado a deixar para trás a imagem de partido dos homens brancos, velhos e ricos.

Embora o Partido Republicano já contabilize 13 aspirantes à Casa Branca, a expectativa é de que surjam outros mais nas próximas semanas. A corrida democrata, por outro lado, segue com somente quatro pré-candidatos, sendo Hillary Clinton a grande favorita.

(Da redação)