Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

EUA: ciberataque atribuído a hackers chineses atingiu dados ‘sensíveis’

Ação contra o Escritório de Recursos Humanos teve alcance maior do que o divulgado em um primeiro momento

Por Da Redação
13 jun 2015, 10h05

O ataque cibernético contra os Estados Unidos revelado na semana passada, atribuído a hackers chineses, foi maior do que o divulgado em um primeiro momento e afetou informações “sensíveis” de milhões de funcionários e fornecedores do governo americano. O Escritório de Recursos Humanos do governo americano (OPM, sigla em inglês), alvo da invasão, informou na sexta-feira que os hackers também conseguiram acessar uma base de dados que contém “informações sensíveis sobre controles de segurança” de milhões de funcionários federais e de empresas contratadas pelo governo.

“Podemos dizer que os sistemas da agência, que contêm informações sobre os controles de segurança foram hackeados”, relatou o porta-voz da OPM Samuel Schumach. Schumach explicou que a OPM está tentando determinar o alcance da ação dos hackers e que as pessoas cujos dados foram acessados serão todas notificadas. A OPM não detalhou o perfil das vítimas potenciais, mas, segundo o jornal New York Times, trata-se de agentes do FBI e de prestadores de serviços de defesa.

O ataque contra o sistema de computadores do Escritório de Recursos Humanos do governo de EUA, ocorrido em dezembro do ano passado e detectado em maio, pode ser o maior roubo de informações estatais já tentado contra o país. Oficialmente, ainda não foi revelado quem esteve por trás do ciberataque, mas vários veículos da imprensa americana, assim como um congressista republicano, dão como certo que o ataque partiu de hackers chineses. Segundo o jornal Washington Post, a China está construindo “bases de dados maciças com dados pessoais de americanos”, a fim de “recrutar espiões e para conseguir mais informações sobre um adversário”.

(com Agência EFE)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.