Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA: Canal de TV se desculpa por mostrar suicídio ao vivo

A rede de notícias Fox News transmitia uma perseguição policial nas ruas do Arizona quando o suspeito saiu do carro e atirou contra a própria cabeça

Por Da Redação 29 set 2012, 02h31

A rede de televisão americana Fox News se desculpou nesta sexta-feira por exibir ao vivo imagens de um homem cometendo suicídio em Phoenix, no Arizona. O episódio aconteceu quando a emissora cobria com um helicóptero uma perseguição policial na cidade. Após dirigir em fuga por vários quilômetros, um suspeito de roubo de carro parou o automóvel em uma estrada de terra e começou a correr a pé. Segundos depois, ele parou, encostou a arma na cabeça e atirou.

Leia também: Atirador mata quatro pessoas em empresa americana e comete suicídio

Abalado, o âncora Shepard Smith se desculpou ao vivo
Abalado, o âncora Shepard Smith se desculpou ao vivo VEJA

‘Tirem isso do ar!’ – A emissora só cortou a transmissão após o disparo, voltando a exibir imagens do estúdio, onde o âncora Shepard Smith ainda aparecia gritando: “Tirem isso do ar, tirem isso do ar!”. Após um rápido intervalo comercial, Smith se desculpou pelas imagens. “Nós realmente nos equivocamos. Sentimos muito. A televisão não é o local para isso”, afirmou o apresentador, explicando que a emissora sempre transmite perseguições policiais com cinco segundos de atraso para poder interromper as imagens caso “algo terrível aconteça”, mas que, desta vez, as medidas de precaução não haviam funcionado.

O sargento Tommy Thompson, da polícia de Phoenix, relatou para o jornal The Guardian que o homem, ainda sem identificação, morreu no local. “Os esforços para reanimá-lo não tiveram resultado.” Segundo ele, o suspeito havia roubado um carro modelo Dodge Caliber e atirou em viaturas da polícia e em um helicóptero da corporação durante a fuga em alta velocidade.

Noticiário da ABC News, concorrente da Fox News, exibe imagens da perseguição sem mostrar o suicídio:

Continua após a publicidade
Publicidade