Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA anunciam sanções contra líder histórico do ETA Josu Ternera

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira a inclusão do líder histórico da organização armada basca ETA José Antonio Urrutikoetxea, conhecido como “Josu Ternera”, em sua lista negra de terrorismo, o que bloqueia qualquer bem que ele possa ter nos Estados Unidos.

Condenado pela justiça francesa e espanhola, “Josu Ternera” segue foragido desde 2002.

“Como resultado desta designação, qualquer bem que José Antônio Urrutikoetxea Bengoechea tenha nos Estados Unidos fica bloqueado. Os cidadãos americanos não podem manter nenhuma transação (financeira) com ele”, explicou um comunicado do Departamento de Estado.

Os Estados Unidos anunciam regularmente a inclusão de líderes ou ativistas de organizações consideradas terroristas no mundo inteiro para reforçar o cerco financeiro contra eles.

A organização Euskadi Ta Askatasuna (ETA) foi incluída na “lista negra” do Departamento de Estado em 1997.

Josu Ternera começou a protagonizar atentados com o ETA nos anos 1970 na Espanha, e na década seguinte passou a formar parte da liderança da organização.

Eleito em 1998 deputado do parlamento autônomo basco em um partido nacionalista, Ternera foi designado em 1999 para ser um dos três negociadores do ETA em reuniões com o governo espanhol, que fracassaram.

Em 2002, quando a Suprema Corte espanhola ordenou sua captura por seu envolvimento em um atentado cometido em 1987 em Zaragosa que deixou onze mortos, passou para a clandestinidade.

Em dezembro de 2010, foi condenado a sete anos à revelia pela justiça francesa por seu pertencimento ao ETA. Em 1989 já havia cumprido pena em uma prisão francesa por posse de explosivos e documentação falsa.